main

Uncategorized

Tudo o que você precisa saber sobre o clipe da nova música de Taylor Swift “Look What You Made Me Do”.

by Sarah Kasper0

Taylor-Swift-reputation-ART-2017-billboard-1240-960x966.jpg

Taylor Swift está de volta fazendo o que sabe fazer de melhor: arte a partir de experiência. Quase três anos após o lançamento de “1989”, Taylor anunciou o seu primeiro single “Look What You Made Me Do” do seu novo álbum “Reputation”, que será lançado dia 10 de Novembro deste ano. A música, lançada quinta-feira, está em primeiro lugar nas paradas de diversos países, e o vídeo já possui mais de 50 milhões de visualizações no Youtube, batendo record da Vevo e do Youtube de vídeo mais visto nas primeiras 24 horas.

Taylor Swift Reputation
A música foi produzida por Jack Antonoff e composta por Taylor, Jack e Fred Fairbass, Richard Fairbrass e Rob Manzoli (do grupo Right Said Fred), que foram considerados como compositores já que a música intercala com “I’m Too Sexy” (1991) do grupo. Há quem diga que a batida da música foi inspirada na música “Operate” da cantora Peaches, conhecida por tocar no filme Mean Girls, porém isso ainda não foi confirmado oficialmente. A letra possui diversas referências para situações que envolveram a artista no passado, mas a principal ideia do single é mostrar que Taylor é uma nova pessoa e que a antiga Taylor está morta.

O vídeo, lançado neste domingo durante o Video Music Awards, foi dirigido por Joseph Kahn (que já dirigiu Blank Space, Out of The Woods, Bad Blood e Wildest Dreams) e explica melhor tudo o que Taylor quis dizer na música. Para entender melhor a letra e as referências, cada cena foi analisada:

O Cemitério

Taylor Swift ReputationTaylor Swift Reputation Taylor Swift Reputation

A primeira referência da cena é a cantora como zumbi usando um vestido parecido com o que usou no clipe “Out Of The Woods” (último clipe da Era 1989). O segundo é o túmulo que está escrito o nome “Nils Sjoberg”, pseudônimo que Taylor usou na música “This Is What You Came For” que co-escreveu com Calvin Harris. E, ao final da cena, a Taylor Zumbi enterra a Taylor com o vestido que usou no MET Gala de 2014, no início da Era 1989. Isso só prova quanto Taylor quer mostrar que essa fase passou.

A Banheira

Taylor Swift Reputation

A principal referência da cena é o único dólar na banheira, representando a vitória de Taylor no caso de assédio contra o DJ David Mueller, que a abusou sexualmente durante um Meet and Greet. Taylor pediu uma indenização de apenas 1 dólar, enquanto Mueller entrou com uma ação exigindo $3 milhões da cantora.

A Sala de Cobras

Taylor Swift Reputation Taylor Swift Reputation

Taylor anunciou seu novo single com um vídeo de uma cobra dividido em três partes, fazendo referência à época que Kim Kardashian vazou uma ligação de Kanye com Taylor. No vídeo eles mostram que a cantora não teria problemas com Kanye e sua música “Famous”, porém Taylor disse que nunca esteve ciente da frase completa que Kanye cantaria (“I feel like me and Taylor might still have sex, why? I made that bitch famous”) e que Kanye iria mostrar a música para ela, porém nunca mostrou. As pessoas começaram a comentar emojis de cobras em seu Instagram, então Taylor fez disso uma referência em seu vídeo e letra (“I don’t like your perfect crime”).
Na sala, Taylor está como a “rainha das cobras”, sentada em um trono que está escrito “Et Tu Brute” (Até Tu, Brutus?) da peça de Shakespeare “Júlio César” (que é morto por seu suposto amigo com facadas nas costas). Aqui, pode-se interpretar como uma traição que Taylor sofreu das pessoas que deveriam estar ao seu lado (a mesma já disse que realmente esperava ter uma boa relação com Kanye pois eles já teriam se entendido desde sua “briga” no VMA de 2008) e que a mesma foi servida com chá quente por cobras.

O Carro

Taylor Swift Reputation Taylor Swift Reputation

Nesta cena é impossível não pensar na briga entre Taylor e Katy Perry, até mesmo porque Taylor usa uma peruca parecida com o cabelo da cantora e se veste com estampa de animal (possível referência à “Roar”). Ela também está em um carro parecido com o que aparece no clipe de “Waking Up in Vegas” (Taylor já disse amar essa música antes de brigarem e Joseph Kahn foi quem dirigiu este clipe). Após bater o carro contra um poste, vários Paparazzis a fotografam, porém nenhum a ajuda (podendo ser uma referência ao fato de que todos eles só querem fazer dinheiro com sua fama, e nenhum pensa em ajudá-la). Ao final da cena, Taylor mostra um de seus 10 Grammys, enquanto Katy Perry é conhecida por não ter nenhum.
A cena aparece novamente ao fim do vídeo, porém mostra Taylor saindo do carro com seu leopardo e o carro explodindo perto dos paparazzis, podendo ser uma referência ao fato de ela não ter comentado nada sobre as entrevistas de Katy Perry falando sobre ela na música “Swish Swish”.

A Gaiola

Taylor Swift Reputation

Com uma cobra tatuada nas pernas e um macacão laranja (referência aos presídios americanos), Taylor se balança dentro de uma gaiola enquanto é rodeada por seguranças. Aqui, podemos imaginar como ela se sentiu nesses últimos anos: saindo escondida, sempre com seguranças, presa, porém tentando se divertir.

Roubando uma Empresa de Streaming

Taylor Swift Reputation

Taylor Swift Reputation

É difícil esquecer que Taylor mandou uma carta aberta à Apple pedindo por pagamento justo aos artistas ou quando ela tirou suas músicas do Spotify. As pessoas à chamaram de “sedenta por dinheiro” e “cobradora de boletos”. Taylor, então, criou aqui uma personagem que assalta um banco e queima dinheiro enquanto usa uma blusa escrita “Blind For Love” (Cega Por Amor), como sempre foi chamada pela mídia.

“The Squad”

Taylor Swift Reputation Taylor Swift Reputation

As famosas amizades de Taylor sempre chamaram a atenção das pessoas e ficaram conhecidas por “Taylor’s Squad”. Porém, diversas vezes a mídia criou notícias chamando Taylor de manipuladora e que suas amigas eram “sem personalidade”. Então, nesta cena a cantora mostra ironicamente diversas barbies sendo governadas por ela e no final todas estão “quebradas”. Seria essa a chance de Taylor dizer que sua squad não existe mais?

A Sala e seus “Servos”

Taylor Swift Reputation Taylor Swift Reputation

Desde o início de sua carreira Taylor sempre foi muito dominante: ela é quem escreve suas músicas, clipes, ajuda a dirigir e sempre teve as rédeas. Antes de Taylor entrar na sala, seus dançarinos estão tranquilos, porém quando ela entra todos eles se botam no lugar e a seguem. A crítica vai novamente para a mídia, que muitas vezes retratou Taylor como manipuladora e maldosa por querer controlar sua própria carreira.
Seus dançarinos estão todos usando uma blusa escrita “I Love T.S” (Eu amo T.S), fazendo referência à vez que Tom Hiddleston (ex de Taylor) usou uma blusa com a mesma frase em 2016 e alguns jornais falaram que Taylor o obrigou a usar.

Reputation

Taylor Swift Reputation  Taylor Swift Reputation

Cada vez que você olhar esta cena você vai encontrar uma nova Taylor: VMA Taylor, You Belong With Me Taylor, Red Tour Taylor, Speak Now Tour Taylor… Aqui, todas as Taylors estão tentando alcançar a Taylor de agora, na Era Reputation. Porém, Taylor derruba todas elas, dando a entender que elas realmente estão no passado.

Todas as Taylors

Taylor Swift Reputation

Se você não entendeu o que Taylor quis dizer durante o clipe, ela explica pra você nos últimos 35 segundos: não importa o que ela fez ou irá fazer, ela será criticada. Enquanto você pode escutar gritos e aplausos ao fundo, cada Taylor fala algo que a mídia já falou ou a acusou: sobre Taylor sempre parecer surpresa nas premiações e as pessoas chamarem ela de falsa, às vezes que chamaram ela de vítima, faz referência à música de Kanye West a chamando de vadia e à Kim por ter supostamente editado provas. Você pode conferir às falas traduzidas abaixo:

You Belong With Me (surpresa): “Gente!”

Out Of The Woods/zumbi: “Pare de fazer essa cara de surpresa. É tão irritante.”

Shake It Off: “É, você não pode estar tão surpresa o tempo todo.”

Taylor vestida de Preto: “Qual é a dessa vadia?”

Out Of The Woods/zumbi: “Não me chame disso!”

Fearless (sotaque caipira): “Gente…”

We Are Never Ever Getting Back Together: “Pare de fingir que você é boazinha, você é tão falsa.”

Taylor de Motoqueira: “Lá vai ela, se fazendo de vítima. De novo.”

Taylor usando o vestido do MET Gala: “O que você tá fazendo?”

Taylor do acidente de carro: “Pegando provas (“receipts”). Vou editar tudo isso depois.”

VMA Taylor: “Eu queria muito ser excluída dessa narrativa.”

Gostando ou não de Taylor, não podemos negar que a produção é grandiosa e a música veio para ficar. Agora, basta esperar os próximos singles e seu novo álbum, já que todos sabemos que com Taylor o melhor fica sempre para o final.

Clique aqui para escutar a música no Superplayer!

Uncategorized

Ouça músicas – de graça pelo Facebook

by Superplayer0

post-blog-960x621.png

blog-superplauer-messenger01Agora você não precisa sair do Facebook para ouvir música no Superplayer. Graças aos nosso bot do Facebook, Zak, você pode receber playlists. Tudo pelo chat da rede social, sem precisar baixar nenhum aplicativo novo. Quer experimentar a novidade? Fale com o nosso robô na nossa página no Facebook.

É só pedir o que quer ouvir – pode ser um gênero, atividade ou artistas, que nossa inteligência artificial vai responder para você automaticamente. Como no vídeo abaixo:

Por enquanto, o Zak entende português e inglês. E também é possível habilitar a opção de receber sugestões de playlist toda semanaExperimente essa novidade!

bot do Facebook

Você também pode usar o nosso robô, Zak no app para Android e no Slack.

ComportamentoMúsicaUncategorized

E o Oscar de Melhor Performance no Papel de Trouxa vai para… você

by Eduardo EGS0

Dollarphotoclub_79091899-960x640.jpg

Todo mundo já passou por alguma situação em que se deu conta de que estava sendo feito de trouxa. Seja num relacionamento, no trabalho ou até em família: uma hora cai a ficha e você pensa: “Hum, posso até não ser ator, mas tô representando o papel de trouxa agora!”.

E como muitas vezes o que resta é achar graça da própria tragédia, criamos uma playlist cheia de músicas baseadas na trouxice de quem canta ou de pra quem a música foi feita. O que importa é que no fim, alguém sempre abre o envelope e vê o seu nome escrito como vencedor da categoria de trouxa.  

Papel de Trouxa